Haddad condena declarações de Ciro

Declarações de Ciro dificultam aliança com PT dificultam acordo, diz Haddad
Cotado como plano B, ex-prefeito falou como se Lula não fosse candidato.

O coordenador do programa de governo da candidatura presidencial do PT, Fernando Haddad, disse que será difícil fechar uma aliança com o presidenciável Ciro Gomes (PDT), ao menos no primeiro turno.

“Às vezes as declarações do Ciro de que é muito difícil uma aliança no primeiro turno [dificultam as conversas]. O PDT tem todo direito de lançar candidatura própria, assim como o PT está fazendo. Nenhum problema, mas às vezes a aliança fica mais difícil”, afirmou neste domingo (29), em São Paulo.

Embora negue que a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva esteja em xeque com sua prisão e condenação em segunda instância, Haddad acabou falando como se o ex-presidente, afinal, não estivesse na disputa.

“Se o Lula fosse candidato, realmente tenho dúvidas se Ciro, Boulos e Manuela teriam colocado suas candidaturas. Com todo respeito a eles, mas duvido que isso aconteceria. Todo mundo estaria reunido em torno do Lula”, disse Haddad, plano B do PT na eleição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s