MC Loma tem shows cancelados por não está matriculada em escola

A cantora se apresentaria, com o grupo MC Loma e As Gêmeas Lacração, no Clube Metrópole e na Parada da Diversidade, em setembro.

O grupo MC Loma e As Gêmeas Lacraçãoteve duas apresentações canceladas no Recife. O anúncio foi feito, na segunda (30), pelo Grupo Metrópole, responsável pela produção dos eventos. A justificativa é que MC Loma, de 15 anos, não está matriculada em escola, como determina a Justiça da Infância e da Juventude.

Um dos shows aconteceria no dia 15 de setembro, no Clube Metrópole, no bairro da Boa Vista, área central do Recife. No dia seguinte, Loma estaria no trio elétrico que desfila na Parada da Diversidade, marcada para Boa Viagem, na Zona Sul.

A empresa alega que a documentação que permite que Loma participe de eventos não está regularizada.

O Grupo organizador diz, ainda, que como ela não tem vínculo com instituição de ensino, fica impedida de fazer apresentações, de acordo com a portaria nº 004/2011, expedida pela Vara Regional da Infância e Juventude da 1ª Circunscrição Judiciária-TJPE.

Em nota, a assessoria de imprensa da Metrópole explica que a Start Music, que faz o gerenciamento da carreira de MC Loma, assegurou em abril, quando as negociações para os shows tiveram início, “que as apresentações de MC Loma estavam plenamente autorizadas pelos órgãos competentes, com toda a documentação necessária para garantir as suas apresentações em eventos”.

Ainda segundo o texto, a Metrópole teve conhecimento de que os organizadores de uma festa realizada recentemente no Recife foram multados por não possuir a documentação exigida para a apresentação da adolescente.

De acordo com a Metrópole, foi solicitada à Start Music a apresentação de documentos que comprovassem que as condições de trabalho de Loma estavam regularizadas. No entanto, os organizadores foram informados pela empresa sobre a situação irregular da artista.

O G1 procurou a assessoria da Start Music para comentar o caso, mas não obteve resposta.

O que diz a lei

A portaria nº 004/2011 da Vara Regional da Infância e Juventude da 1ª Circunscrição Judiciária-TJPE determina, entre outros pontos, que para a participação de crianças e adolescentes em espetáculos é necessário apresentar “declaração de matrícula e freqüência das aulas, firmada pelo estabelecimento regular de ensino”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s