MDB também quer chapa puro-sangue

A 67 dias da eleição, o MDB oficializou nesta quinta-feira, 2, a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles à Presidência sem ter fechado qualquer aliança. Atvé agora, tudo indica que o partido, à frente do Palácio do Planalto desde o impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff (PT), em 2016, irá sozinho para a disputa, com chapa pura e um candidato que tentará associar sua imagem à do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava Jato. Com 419 votos a favor, os delegados do MDB aprovaram a candidatura.

A senadora Marta Suplicy (SP) é um dos nomes cotados para ser vice na chapa. Ex-petista, ela ainda não tomou uma decisão sobre seu futuro político e não compareceu à convenção.

Após votar na convenção, o presidente do MDB, senador Romero Jucá (RR), confirmou que a indicação do vice de Meirelles não está fechada. “Vamos delegar à Executiva Nacional do partido a aprovação do vice, nos próximos dias”, afirmou Jucá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s