Megaoperação contra suspeitos de homicídios e feminicídios termina com 2.627

O Ministério da Segurança Pública e o Conselho Nacional dos Chefes de Polícia divulgaram neste sábado (25) um novo balanço sobre a Operação Cronos, realizada no dia anterior para cumprir mandados de prisão de homicídios e feminicídios (consumados ou tentados). Segundo o balanço, 2.627 suspeitos foram detidos e 341 adolescentes, apreendidos. Os suspeitos foram presos pelos seguintes crimes:

– 42 por prática de feminicídio

– 404 por homicídios

289 por crimes relacionados à Lei Maria da Penha

– 640 por posse ou porte irregular de arma de fogo, tráfico de drogas entre outros

– 1.252 presos em decorrência de mandados de prisão expedidos por outros crimes.

Além disso, 146 armas e 383 quilos de drogas foram apreendidos. Ao todo, participaram 7.800 policiais civis nos 26 estados da federação e no Distrito Federal. “O que nos importa é a proteção e a garantia da vida, sobretudo o feminicídio, esse crime covarde e inaceitável. Todos são, mas alguns são mais graves e repulsivos, sobretudo contra mulheres”, afirmou o Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s