Com Lula fora do jogo, Marina cresce

No cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), inelegível pelo atual entendimento da Lei da Ficha Limpa e que pode ter sua candidatura indeferida nesta sexta-feira pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marina Silva, da Rede, reduz a vantagem para o líder Jair Bolsonaro (PSL), segundo pesquisa do instituto Ipespe, a pedido da consultoria XP, divulgada nesta sexta-feira 31.

Bolsonaro se manteve com 23% das intenções de voto, a ex-senadora da Rede passou de 12% para 13%, enquanto Ciro, que antes tinha 8%, agora aparece com 10%.

Geraldo Alckmin (PSDB) tem 9%, Fernando Haddad (PT), 6%, Alvaro Dias (Podemos) e João Amoêdo (Novo), 4%, Henrique Meirelles (MDB), Cabo Daciolo (Patriota) e Guilherme Boulos (PSOL), 1%. Vera Lúcia (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e José Maria Eymael (DC) não pontuaram. Brancos, nulos e indecisos são 27%.

No cenário em que Haddad é apresentado como candidato “apoiado por Lula”, o ex-prefeito passa para 13% e fica em segundo lugar, atrás de Bolsonaro, com 21%. Nesse cenário, Ciro e Marina ficariam com 10%, Alckmin, com 8%, Alvaro Dias e Amoedo com 4% e Meirelles, Boulos e Daciolo com 1% – Goulart, Vera e Eymael não pontuam. Brancos, nulos e indecisos são 27%.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s