PT foca no plano A

Com a decisão sobre a inelegibilidade de Lula, proferida pelo TSE, o PT volta todas as munições para reforçar seu plano A, Fernando Haddad.
Muita água será jogada no moinho da choradeira petista de 2018 devido ao aparente atropelamento de prazo promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral para julgar logo a elegibilidade de Luiz Inácio Lula da Silva.

Resolvida a questão, que era basicamente lógica devido à Lei da Ficha Limpa promulgada pelo próprio petista, a antecipação da discussão só servirá para engrossar o enredo de que o ex-presidente é vítima de algum tipo de tramoia judicial para evitar sua volta ao Planalto.

Mas, a despeito das queixas, o fato é que é bom para o PT ter a situação definida antes do começo da campanha no rádio e na TV. O partido estava travado, com uma bola de ferro presa a seu pé devido à insistência numa candidatura que as paredes da cela em Curitiba em que Lula se encontra sabiam inviável.

Ninguém vai falar isso para os eleitores, mas estamos em campanha eleitoral, então verdade não é exatamente artigo disponível no mercado. Fernando Haddad, o “Andrade” não reconhecido por anônimos nordestinos, precisa de uma estratégia clara de associação ao vitimizado ex-presidente para tentar se fazer visível.

Na mais recente pesquisa do Datafolha, o ex-prefeito paulistano demonstrava dificuldades na absorção de votos nos cenários sem Lula. Além disso, um número expressivo (48%) disseram que não votariam de jeito nenhum num ungido pelo petista –contra não desprezíveis 31% que dariam seu voto a quem o ex-presidente indicar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s