Alckmin sugere que radicalização do PT causou facada em Bolsonaro

Ao retomar seus compromissos de campanha após o ataque a Jair Bolsonaro(PSL), o candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) voltou a defender um “esforço conciliatório e pacificação” na política para promover “desenvolvimento econômico e democracia”.

Na sexta (7), o tucano cancelou seus compromissos em respeito à recuperação de Bolsonaro e, neste sábado (8), retomou a agenda em Santa Catarina. Em visita à Fenaostra, em Florianópolis, Alckmin afirmou que não mudou seu esquema de segurança, feito pela Polícia Federal e usado desde o início da campanha.

Questionado sobre seu discurso de pacificação, diferente do tom assumido em março após o ataque a tiros a uma caravana petista no Paraná, quando declarou que “o PT colheu o que plantou”, Alckmin disse à Folha desconhecer à época notícias de tiros.

“Ninguém tinha notícia de tiro. E muito do clima de radicalização do Brasil é também em razão do PT, dessa coisa de ‘nós e eles’. E acaba havendo reação”, afirmou.

Alckmin visitou a festa florianopolitana acompanhado pelo prefeito Gean Loureiro e pelo governador catarinense Eduardo Pinho Moreira, ambos do MDB. Questionado sobre o clima entre PSDB e MDB, após a divulgação do vídeo no qual o presidente Michel Temer (MDB) pede para Alckmin “dizer a verdade” sobre o apoio a seu governo, o candidato respondeu que não fez “nenhuma crítica pessoal a Temer”.

“É evidente que esse governo não é o nosso governo. Quando houve o impeachment, defendi desde o início que nós não participássemos do governo. [Mas] fico muito honrado de receber o apoio do governador de Santa Catarina e do prefeito de Florianópolis”, afirmou Alckmin.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s