Golpista dopava doentes com falso remédio e roubava dinheiro e bens

Francisco Francioni, de 67 anos, passou 20 anos preso por sequestro e assalto a bancos. A pena somava 120 anos de prisão. Ele conseguiu fugir para continuar a vida de criminoso explorando a boa-fé de doentes. Em hospitais de tratamento de câncer, ele abordava pacientes na fila de espera e oferecia um remédio natural que curaria a doença. Ele levava a vítima para fora do hospital para continuar a conversa. O doente aceitava o remédio e logo desmaiava. Era quando Francisco aproveitava para roubar dinheiro e celular. Segundo a polícia, pelo menos três vítimas do golpe morreram. Há 11 dias, Francisco foi preso em Goiás, usando nome falso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s