Ciro diz que aceitaria encabeçar chapa de união com Alckmin e Marina

A possibilidade de uma chapa “Alcirina” – Alckmin, Ciro e Marina –, defendida por ummanifesto virtual contrário à polarização PT x Bolsonaro, foi bem recebida nesta quarta-feira (3) pelo candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, durante agenda com a Juventude Pedetista, em São Paulo.

Pelo manifesto, Ciro seria a alternativa mais viável a chefiar uma candidatura comum e evitar, com isso, clima de maior animosidade em um eventual segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Ambos aparecem, respectivamente, na liderança e na vice-liderança das últimas pesquisas Ibope e Datafolha de intenção de votos.

Indagado sobre uma chapa “Alcirina”, o pedetista avaliou: “Não gosto de oportunismos; só estou na política porque aposto na inteligência do povo brasileiro. Me honra muito a ideia de que eu possa ser o estuário de todos”, disse.

Por outro lado, o presidenciável declarou não poder “cometer a indelicadeza” de, na condição de adversário de Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa, “pedir a eles que desistam de suas candidaturas”.

“Isso é algo que só eles podem decidir”, disse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s