TSE manda UNE remover publicações contrárias a Bolsonaro

Coligação de Bolsonaro apresentou representação alegando ilegalidade dos conteúdos por se tratar de propaganda pró-Haddad.

“A União Nacional dos Estudantes (UNE) precisou remover do seu site e página no Facebook publicações que pediam aos eleitores que não votassem no candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). A determinação é do ministro Sergio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral.”
“Com a determinação, a entidade retirou duas notícias veiculadas em seu site: “UNE, UBES e ANPG assinam carta contra o ódio e saem em defesa da democracia” e “Motivos para não votar em Bolsonaro”; além de vídeo, publicado na página oficial da instituição no Facebook, em que a diretora da UNE se manifesta contra Bolsonaro.

Repercussão

Desculpe, o reprodutor de vídeo não foi carregado.(Código de erro: 101104)
A coligação de Jair Bolsonaro apresentou representação ao TSE alegando ilegalidade dos conteúdos por se tratar de propaganda eleitoral por pessoa jurídica de direito privado. Os conteúdos foram removidos nesta segunda-feira (22).

“Vislumbro nos conteúdos indicados, em exame preliminar, veiculação de propaganda eleitoral vedada em páginas de pessoa jurídica”, disse o ministro ao analisar a concessão da tutela de urgência.

Em nota, a UNE caracterizou a decisão como uma tentativa de Bolsonaro de censurar a entidade e “ cercear a opinião dos estudante brasileiros”. “Nossa postura de firmeza se mantém, contrapor as ideias de Bolsonaro faz parte da democracia”, afirma. “

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s