Bolsonaro diz que o Supremo é ‘o guardião da Constituição’ em carta a Celso de Mello

O candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro, enviou nesta segunda-feira, 22, uma carta ao ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello após o magistrado classificar como ‘inconsequente e golpista’ as declarações do filho do candidato, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que disse que bastam “um soldado e um cabo” para fechar o Supremo. No texto enviado ao decano, o presidenciável afirma que o STF é o “guardião da Constituição” e que “todos temos de prestigiar a Corte”.
Na carta, Bolsonaro fala ainda em “angústias” e “ameaças” sofridas durante a campanha das eleições 2018 – o candidato sofreu um atentado no dia 6 de setembro em Juiz de Fora (MG). “Quero, por escrito, deixar claro que manifestações mais emocionais, ocorridas nestes últimos tempos, se mostram fruto da angústia e das ameaças sofridas neste processo eleitoral.

Outros ministros do Supremo também se manifestaram sobre as declarações de Eduardo Bolsonaro. Alexandre Moraes afirmou que fala de deputado é “absolutamente irresponsável” e pediu investigação da PGR. Em nota oficial, o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, saiu em defesa da Corte e afirmou que “atacar o Poder Judiciário é atacar a democracia”.

Nesta segunda, Bolsonaro já havia se pronunciado sobre as declarações do filho. “Eu já adverti o garoto”, afirmou o candidato sobre o filho de 34 anos. “É meu filho. A responsabilidade é dele. Ele já se desculpou. Isso aconteceu há quatro meses. Ele aceitou responder a uma pergunta sem pé nem cabeça, e resolveu levar para o lado desse absurdo aí. Temos todo o respeito e consideração com os demais poderes, e o Judiciário obviamente é importante.”

Leia a carta de Jair Bolsonaro na íntegra:

“Exmo. Sr. Dr.

Ministro Celso de Mello

E.m.

Senhor Ministro,

Tomo a liberdade de encaminhar esta carta à Vossa Excelência, diante do noticiário recente.

É meu dever, como cidadão, manifestar meu apreço por Vossa Execelência, seja pela conduta impecável no exercício de jurisdição, seja pela forma ponderada como sempre se manifesta ao público.

Quero, por escrito, deixar claro que manifestações mais emocionais, ocorridas nestes últimos tempos, se mostram fruto da angústia e das ameaças sofridas neste processo eleitoral.

O Supremo Tribunal Federal é o guardião da Constituição e todos temos de prestigiar a Corte.

Cordialmente,

Jair Messias Bolsonaro.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s