Eles querem a presidência do Senado

Só um político acha aceitável que a presidência do Congresso seja ocupada por alguém que responde a 15 inquéritos no STF e já é réu por corrupção: Renan Calheiros

Os passos mal dados nos últimos anos ameaçam deixar pela primeira vez o MDB fora das benesses do poder desde a redemocratização do país. O partido sente as consequências da baixa popularidade do governo do presidente Michel Temer e avalia ter sido uma má idéia ter lançado a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles à Presidência da República. Por conta desses erros, o MDB perdeu boa parte do poder de barganha que sempre teve com os novos governos, ao ver reduzida de forma considerável a sua bancada na Câmara. Ainda que combalido, o velho MDB está de volta para outra vez se apresentar como “o partido da governabilidade”, como disse o próprio Temer em 2014. A face mais evidente dos esforços emedebistas, no entanto, são os movimentos feitos pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) para voltar à Presidência do Senado no ano que vem. Por pressuposto, uma iniciativa nefasta.
Ainda que tenha diminuído na Câmara, o MDB será a maior bancada no Senado e nesse sentido a experiência do partido até poderia ser benéfica a Bolsonaro. Afinal, Renan já presidiu o Senado duas vezes, mas o problema é que ele é um dos integrantes da velha política, eivada de denúncias de corrupção. Responde a 15 investigações no STF e já é réu por corrupção e lavagem de dinheiro. Portanto, seu nome para a presidência do Senado teria que ser descartado de cara, embora não seja esse o seu desejo.
Bolsonaro já deixou vazar sua preferência pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), mas como não faz movimentos mais explícitos na sua direção, Renan tem se sentido à vontade para se mexer com o objetivo de retornar ao comando do Senado. Nas conversas com outros senadores, ele afirma já ter 40 votos garantidos, no próprio MDB e até no PT.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s