Servidores federais correm para apagar postagens anti-Bolsonaro

Funcionários de estatais, órgãos federais e ministério estão promovendo uma limpeza em seus perfis nas redes sociais.

Os servidores federais estão apagando todas as críticas feitas ao presidente eleito Jair Bolsonaro. Eles acham que podem manter seus empregos caso consigam esconder as publicações contra o presidente, segundo informações do jornal O Globo.

Os anúncios feitos por Bolsonaro e sua equipe de transição sobre a possibilidade de fundir e extinguir ministérios, além do projeto de privatização de estatais, deixaram muitos funcionários federais de cabelos em pé.

Alguns já correram para encontrar representantes do governo eleito para garantir o emprego.

É o caso de Edvaldo Cuaio, da Agência Brasil (EBC), que conseguiu um encontro com o general da reserva Augusto Heleno, futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), para tentar convencê-lo de que a TV estatal não é petista, não dá prejuízo e não têm tanto apadrinhamento político assim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s