Lula tenta fugir da juíza Gabriela Hardt

Em petição protocolada na noite de segunda-feira (19), a defesa do presidiário Lula questionou o TRF-4 sobre quem é o juiz natural para julgar o ex-presidente, após o pedido de férias e, posteriormente, a exoneração de Sergio Moro.

Segundo a defesa de Lula, a juíza substituta Gabriela Hardt, que presidiu a audiência de oitiva do ex-presidente, no último dia 14, não tem jurisdição para proferir a sentença do caso.

Para a defesa do presidiário, a exoneração do ex-juiz Sergio Moroaltera o Juiz Natural do caso, uma vez que sua vaga será preenchida mediante concurso público, segundo informações do Paraná Portal.

A estratégia de afastar o juiz responsável pela ação já foi utilizada pela defesa do líder do PT durante o período em que Moro estava à frente do caso.

Após a prensa que o ex-presidente levou da magistrada Hardt durante o depoimento, conforme noticiou a Renova Mídia, a tentativa de fugir do alcance da juíza não é tão surpreendente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s