A Força de Olavo de Carvalho no governo Bolsonaro

Filósofo residente nos EUA, e com pensamentos controversos, é apontado como a base teórica do novo presidente em matéria de política externa

Logo na primeira página do best seller “O Mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”, o filósofo Olavo de Carvalho decreta: “Em grego, idios quer dizer ‘o mesmo’. Idiotes, de onde veio o nosso termo ‘idiota’, é o sujeito que nada enxerga além dele mesmo, que julga tudo pela sua própria pequenez”. Guru do presidente eleito Jair Bolsonaro, Olavo de Carvalho é o cérebro por trás de ideias como a crítica ao Globalismo, teoria professada pelo futuro chanceler, Ernesto Araújo, e o projeto Escola sem Partido, que os aliados do novo governo tentam aprovar na Câmara. Bolsonaro começou a se interessar mais profundamente pelas ideias de Olavo de Carvalho por volta de 2013.

Suas ideias, amplamente críticas à esquerda, caíram no gosto da nova direita brasileira principalmente pelo estilo debochado, irônico, e por serem vistas como arcabouço teórico para o desejo de mudança frente a mais de 13 anos de supremacia do PT. Mais do que um integrante da direita brasileira, Carvalho se define como “pai” da nova direita brasileira. Ele foi um dos primeiros intelectuais a se manifestar radicalmente contra o PT, ainda durante o primeiro governo Lula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s