Manual do Itamaraty montado para atacar Bolsonaro

Um manual para candidatos à diplomacia brasileira deixa claro porque Jair Bolsonaro pediu para seu futuro chanceler Ernesto Araújo limpar o Itamaraty da influência dos governos petistas.

A Fundação Alexandre de Gusmão, vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, editou um manual para candidatos à diplomacia brasileira com críticas ao presidente eleito Jair Bolsonaro, registra “O Globo“.

No volume “História do Brasil”, do professor João Daniel Lima de Almeida, o presidente eleito Jair Bolsonaro é tratado como uma pessoa que “se orgulha de sua homofobia”.

A publicação, em destaque no site do órgão do Itamaraty, foi lançada em 2013, sob a gestão do chanceler Antonio Patriota, durante o governo da petista Dilma Rousseff.

Cinco anos depois, a obra ainda é um guia recomendado aos pretendes à carreira diplomática.

Por esses e outros motivos, Bolsonaro prometeu varrer o Partido dos Trabalhadores (PT) do Palácio Itamaraty.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s