China critica corrida armamentista no espaço iniciada por Trump

China se opôs nesta quarta-feira (19) à corrida armamentista no espaço, após o anúncio feito ontem pelo presidente americano Donald Trump sobre a criação de um “comando espacial”.

Este novo comando surge como um passo até a implantação da nova organização que Donald Trump quer criar no Exército americano: a Força do Espaço.

Porta-voz chinês, afirmou:

Relações Exteriores, Hua Chunying, afirmou:

A China sempre apostou num uso pacífico do espaço, opondo-se à militarização do espaço e a qualquer tipo de corrida armamentista no espaço.

E acrescentou:

Somos ainda mais contrários à ideia de o espaço se tornar um novo campo de batalha.

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, explicou que o novo comando, que provavelmente se chamará Spacecom, será o 11º comando militar do Pentágono. Será responsável por supervisionar todas as atividades militares dos Estados Unidos no espaço.

Pence também lembrou que os Estados Unidos estão enfrentando atualmente a competição estratégica da Rússia e da China, que desenvolveram suas capacidades tecnológicas, especialmente no Espaço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s