Maduro admite corrupção e promete prender ladrões

Nicolás Maduro reconheceu nesta quinta-feira (20) que há muita corrupção entre os membros do seu regime, mas disse ter criado um plano nacional para capturar os “ladrões infiltrados” no funcionalismo público.

Em um evento com simpatizantes que foi transmitido em rede nacional de rádio e televisão, o ditador da Venezuela declarou:

É verdade que há muita corrupção, há muita indolência e há muita burocracia. Há muito bandido por aí, se aproveitando dos cargos para roubar o povo.

E, segundo a agência “EFE“, acrescentou:

São os piores inimigos que a pátria tem agora. Bandidos, ladrões que se disfarçam de vermelho (uma referência à cor que identifica o partido governista) e roubam o país.

Nicolás Maduro também afirmou que falta ao país uma “grande revolução educacional, moral e espiritual”, que deve começar por não aceitar, sob nenhum aspecto, a corrupção na gestão pública.

A revolução moral mencionada por Maduro poderia começar dentro da sua própria família, visto que a mesma está envolvida em pelo menos um esquema milionário de corrupção, conforme noticiou a Renova.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s