Justiça determina que Facebook reative páginas do MBL

A Justiça do Paraná decidiu neste domingo (23) conceder uma liminar favorável ao Movimento Brasil Livre (MBL) em ação contra a gigante tecnológica.

A juíza Carolina Fontes Vieira determinou a reativação páginas de Facebook que foram derrubadas no estado do Paraná.

O MBL Curitiba, o MBL Paraná e o MBL Ponta Grossa são os núcleos do movimento beneficiados com a decisão, registra o “Boletim da Liberdade“.

As páginas dos diretórios haviam sido retiradas sumariamente do ar na última sexta-feira (21) juntamente com o perfil pessoal do deputado federal eleito no estado, Paulo Eduardo Martins, sem nenhuma justificativa.

O advogado Pierre Lourenço explicou que a juíza Carolina deu ao Facebook o prazo de cinco dias para restaurar as páginas, sob pena de multa diária de mil reais, com prazo limite de dez dias de descumprimento. Ultrapassado esse prazo, a multa será aumentada e poderão ser aplicadas outras sanções.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s