Senado peita STF e quer manter votação secreta para a Casa

Decisão liminar do ministro Marco Aurélio, do STF, determina que o voto dos senadores para escolher o próximo presidente da Casa seja aberto. Parlamentares devem ignorar determinação.

O comando do Senado deve manter a eleição secreta para a presidência da Casa, em fevereiro.

Caso os senadores sigam adiante com este posicionamento, eles estão ignorando a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou que o voto seja aberto.

A decisão liminar (provisória) do ministro, tomada na véspera do recesso do Judiciário, enfraquece a candidatura de Renan Calheiros (MDB-AL).

O senador aparece até agora com mais chances de vencer, porém é considerado um nome hostil ao governo Jair Bolsonaro.

Segundo a “Gazeta do Povo“, como forma de evitar uma disputa entre Poderes, o Senado decidiu não recorrer da liminar de Marco Aurélio, mas também não pretende, até o momento, cumpri-la.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s