MPF abre investigação sobre transferências de Wyllys a advogados de Adélio

O Ministério Público Federal irá abrir uma investigação para apurar possíveis depósitos e transferências bancárias do deputado Jean Wyllys e o advogado Zanone Manuel de Oliveira, que trabalha na defesa de Adélio Bispo de Oliveira, criminoso que esfaqueou e tentou matar o presidente Jair Bolsonaro ainda na época de campanha. O objetivo é saber se Jean Wyllys pagou pela defesa de Adélio Bispo e se há envolvimento entre os dois.

A decisão da abertura de investigação veio após várias denúncias e questionamentos de jornalistas, deputados e até do próprio presidente sobre o atentado e sobre um possível envolvimento de Jean Wyllys no caso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s