A derrocada da Vale

Quatro escritórios norte-americanos de advocacia anunciaram nesta segunda-feira, 28, que pretendem entrar com ações coletivas contra a Vale na Justiça dos Estados Unidos após as perdas causadas aos investidores pelo rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho (MG), na sexta-feira, 25.

“A Rosen Law está preparando uma ação coletiva para recuperar as perdas sofridas pelos investidores da Vale”, afirma comunicado dos advogados enviado a investidores. O escritório afirma estar investigando se a mineradora brasileira pode ter “emitido ao público informações de negócios materialmente falsas”.

O escritório Tha Schall afirma estar investigando se a mineradora soltou “informações falsas e enganosas” aos investidores, que omitiam os riscos com a barragem e, por isso, burlam as regras do mercado acionário dos EUA.

Mais tarde, o Wolf Popper e o Bronstein, Gewirtz & Grossman anunciaram que pretendem abrir ação coletiva contra a Vale em Nova York.

Além das dezenas de mortos e do estrago ambiental, o comunicado do escritório ressalta que o American Depositary Receipt (ADR) da empresa – recibos de ações negociadas na Bolsa de Nova York – despencou após a notícias do acidente, caindo 8% na sexta e 16% na tarde desta segunda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s