Renan baixa o nível ao atacar uma jornalista

Após a eleição para a presidência do Senado, vencida por Davi Alcolumbre (DEM-SP), no último sábado, a jornalista Dora Kramer fez uma coluna sobre o senador Renan Calheiros (MDB-AL) dizendo que ele foi “derrotado pela própria arrogância” e que foi vítima por manobras que ele mesmo já tinha aplicado quando estava no poder “e que dessa vez foram adotadas contra ele”.

Renan Calheiros respondeu à jornalista com uma mensagem no Twitter dizendo que fugiu do assédio dela e encorajou outros parlamentares a namorá-la. Entre os políticos citados estão o ex-ministro Geddel Vieira de Lima, que está preso, e o ex-senador Ramez Tebet, falecido em 2006.

“A @DoraKramer (Veja) acha que sou arrogante. Não sou. Sou casado e por isso sempre fugi do seu assédio. Ora, seu marido era meu assessor, e preferi encorajar Geddel e Ramez, que chegou a colocar um membro mecânico para namorá-la. Não foi presunção. Foi fidelidade”, escreveu Renan Calheiros. Após diversas críticas, a mensagem foi apagada da rede social.

A mensagem polêmica cita Ramez Tebet, pai de Simone Tebet, adversária de Renan dentro do MDB na candidatura à presidência do Senado e que declarou apoio a Davi Alcolumbre, de outro partido.

No Facebook e no Twitter, a jornalista Dora Kramer agradeceu as manifestações de apoio e disse que não vai responder as acusações de Renan Calheiros porque “o que ele diz fala por ele”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s