Sob pressão, Maduro quitou dívida com a Rússia

O governo da Rússia é o segundo maior credor da Venezuela, atrás apenas da China. Moscou também é um dos principais apoios da ditadura Maduro.

A Venezuela reduziu sua significativa dívida com a petroleira semipública russa Rosneft em US$ 2,3 bilhões em 2018, segundo informações da empresa nesta terça-feira (5).

Em apresentação a seus investidores, a Rosneft declarou que em 2018 a Venezuela devolveu os bilhões que haviam sido emprestados — sem juros — pela petroleira da Rússia.

Parte da dívida venezuelana com a Rússia é reembolsada em forma de hidrocarbonetos, segundo acordos entre a Rosneft e a petroleira estatal venezuelana PDVSA.

Oficialmente, os aportes são adiantamentos para contratos de entrega de petróleo e combustível, mas muitos especialistas consideram um apoio financeiro direto à ditadura de Caracas.

A Rosneft tem uma participação minoritária em quatro projetos petroleiros da PDVSA e é proprietária de várias fábricas de gás no país, informa o Correio Braziliense.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s