Pressão sobre Maduro vai aumentar, alerta Guaidó

Guaidó adverte que pressão contra Maduro na Venezuela está ‘só começando’

O líder opositor venezuelano Juan Guaidó advertiu nesta terça-feira (5) que a pressão contra o governo de Nicolás Maduro está “só começando” e anunciou uma greve “escalonada” de funcionários públicos, um dia depois de seu desafiador retorno ao país, após ter burlado uma proibição de saída.

Reconhecido como presidente interino por mais de 50 países, Guaidó se reuniu com dirigentes sindicais apostando que os funcionários públicos apoiem os seus esforços para retirar Maduro do poder.

“Achavam que a pressão máxima havia chegado. Saibam claramente que a pressão está só começando”, lançou Guaidó após o encontro em Caracas.

O também chefe do Parlamento conseguiu reativar os protestos e estreitar o cerco diplomático contra Maduro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s