Barroso nega recurso de Aécio e manda processo à 1° instância

Ministro nega recurso de Aécio e manda processo para 1ª instância

Com a decisão, a ação penal foi oficialmente instaurada e o deputado federal terá que responder pelos crimes de corrupção passiva e obstrução da Justiça

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Luís Roberto Barroso, negou o recurso do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) no caso da acusação de recebimento de propina de R$ 2 milhões em dinheiro da empresa JBS e determinou o envio do processo para primeira instância da Justiça Federal em São Paulo. O despacho foi publicado nesta segunda-feira (25).
O político havia recorrido de decisão do STF de abrir a ação penal proposta pela PGR (Procuradoria Geral da República) alegando que havia contrariedade e obscuridades no acórdão. Com a decisão, a ação penal foi oficialmente instaurada e Aécio terá que responder na primeira instância pelos crimes de corrupção passiva e obstrução da Justiça.
Além dele, são réus a sua irmã, Andrea Neves, o primo, Frederico Pacheco, e o ex-assessor do ex-senador, Zezé Perrella (MDB-MG), Mendherson Souza Lima. Em 2017, Aécio foi flagradopedindo R$ 2 milhões para o empresário Joesley Batista, da JBS, em troca de favores políticos.
O deputado alega se tratar de uma solicitação de cunho pessoal, para custear a despesas com advogados. Em 12 de março, o STF determinou o bloqueio de bens de Aécio e Andrea no valor de R$ 1,7 milhão para cada um, justamente para cobrir despesas de multas em caso de condenação, no fim da tramitação do processo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s