Policiais entram na USP e prendem suspeito de crimes

Em ação coordenada por Moro, policiais armados cumprem prisão na USP e assustam comunidade acadêmica

Com metralhadoras, agentes entraram em salas de aula da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas para prender suspeito. Direção da FFLCH aponta violação, agressão às instituições universitárias e busca esclarecimentos

Policiais civis fortemente armados surpreenderam a comunidade acadêmica da USP na manhã desta quinta-feira (28) ao entrarem em salas de aula da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) para prender um aluno, alvo de busca em operação contra pornografia infantil.

Desencadeada em 26 estados e no Distrito Federal, a ação partiu de uma investigação do Ministério da Justiça, segundo o ministro Sérgio Moro. “Não foi um trabalho exclusivo do Ministério da Justiça, isso foi feito em parceria com policias estaduais, mas o trabalho foi coordenado a partir daqui. Pesquisas, investigações via cibernéticas foram feitas concentradas aqui no Ministério da Justiça. Esse material foi disseminado para os órgãos de investigação estaduais que propiciou a realizar essa operação”, disse, em entrevista coletiva, divulgada no Portal G1.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s