Paulo Câmara provoca mal estar com Sérgio Moro

O mistério acabou, mas a novela não. Depois de ter sido “desalojada” da antiga Decasp sendo jogada em um setor com menos repercussão, a delegada Patrícia Domingos recebeu uma má notícia: O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), vetou a cessão da delegada para o Ministério da Justiça onde ela ia trabalhar ao lado do ex-juiz Sérgio Moro.

Ao vetar a ida da delegada para Brasília, o governador arrumou uma “saia justa” com o ministro que deixou claro ao seus interlocutores que recebeu com “surpresa” o comunicado do governo de Pernambuco.

Para piorar ainda mais a situação, o ministro da Justiça foi comunicado apenas por um telefonema da parte de um servidor da secretaria de Justiça. “Realmente ninguém entendeu nada”, disse um assessor do ministro.

Depois da polêmica extinção da Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração Pública da Capital (Decasp), aprovada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco em outubro do ano passado, Patrícia foi transferida para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ao receber o convite no mês passado, a delegada se disse honrada por ter sido lembrada.

“O convite me deixou muito feliz. Fui convidada para participar trabalhando dentro da Diretoria de Políticas Públicas de Segurança. Acredito que tenho uma bagagem para contribuir nas políticas de combate à corrupção”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s