“É hora do contra-ataque”, afirma senador

A decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de censurar os sites da revista Crusoé e O Antagonista reacendeu a pressão pela CPI da Lava Toga.

A pressão para se criar a Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar magistrados das cortes superiores, a chamada CPI da Lava Toga, voltou a ganhar intensidade nesta segunda-feira (15) após a ordem de censura do STF contra a revista Crusoé.

Senadores reagiram publicamente depois que a notificação de censura recebida pelo site foi revelada, como você viu na RENOVA.

A decisão do ministro Alexandre de Moraes determinou a retirada do ar da reportagem e de notas publicadas na semana passada sobre uma menção ao presidente da corte, Dias Toffoli, feita em um e-mail pelo empresário e delator Marcelo Odebrecht.

Segundo a Folha, o autor dos dois requerimentos para criação da CPI, senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), declarou:

“Se alguém tinha dúvidas sobre a urgência da CPI das cortes superiores, os ministros confirmam a sua necessidade. E quem via risco à democracia na atuação do Executivo agora precisa se preocupar também com outro lado da Praça dos Três Poderes, de onde se avolumam as ações autoritárias.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s